sábado, 9 de outubro de 2010

Recortes

Ao Eder Barbosa.

Se eu tivesse uma tesoura mágica
faria da distância pedacinhos...

Também
Faria um livro imaginário
com recortes da minha memória;
pedaços em que tu apareces
sem aparecer...

Na capa,
uma vaca preta desenhada no msn,
um índio com microfone, terno e gravata,
uma cesta de pães quentinhos,
e um relógio que não marca a hora.

Nas páginas,
muitos segredos, lágrimas, confissões,
mesclados a risos, gargalhadas e bobagens em Cristo.
Planos, dicas, conselhos, debates, dúvidas, ideologias, discordâncias...
páginas e mais páginas de uma amizade virtual*.

Na contra-capa,
reticências
muitas reticências...

*Pierre Lévy me explicou certa vez que o virtual existe realmente! Que a árvore já está presente na semente, virtualmente. É o vir a ser que já é na esfera virtual. Potencialmente, somos amigos.

7 comentários:

Amana disse...

Com o perdão da expressão... "aí é sacanagem!" Concorrência desleal...

Kkkkkkk

=p

Elídia :) disse...

beautiful (lindo em inglês)!!!
e esse visual novo estilo Lula (mertamofose ambulanto) kkk, mt tri!!!

Eduardo Medeiros disse...

OLha, também concordo com o tal Pierre: na semente já existe a árvore em potencialidade. Assim como num feto existe um ser humano em potencial.

De fato, ele, o Éder, é teu amigo potencialmente. Olha, que legal....rssss

disse...

kkkkk Amana adorei!

Eder Barbosa de Melo disse...

O que me deixa mais feliz é constatar a sinceridade destas palavras.

Há pouco mais de um ano, não imaginaria que pudessemos ser tão amigos, que conversariamos tantos assuntos inteminaveis nem que compartilhariamos tantas coisas boas.

Gosto de ser surpreendido e nisso você me faz muito bem, sua amizade foi a maior surpresa de 2010.

Valeu a pena. Temos uma história virtual, mas verdadeira (Amana não fique com ciúmes, paixão antiga). Hoje sei que o que estava escrito sobre você era verdade. Espero sinceramente que o que o virtual se torne real um dia.

Como é bom ser teu amigo...

Abraço. Não consigo dizer mais nada.

Michelle - Simples assim disse...

A rasgação de seda pra todo lado, vou lá na Amana, rasgação... Venho aqui rasgação...

Eita Eder, tá bem na fita hein garoto!

Daqui a pouco vai ter fã clube e tudo! rsrsrsrsr

Eder Barbosa de Melo disse...

Pois é essas meninas não tomam jeito. Acabo até pensando que sou um pouquinho especial...