terça-feira, 16 de novembro de 2010

Eder Barbosa

O primeiro texto do Eder de que consigo me lembrar falava sobre os anos 80. E de tanto comenta cá, não comenta lá, excluí meu blog e ele desabafou.

Incrível imaginar que a nossa amizade surgiu de desaforos.

Daí em diante, me lembro de muitas boas conversas, altas madrugadas...

Lembro de quando ele me ligou; de quando ele descobriu que podia desenhar no MSN; de quando ele me apresentou a Amana, o Zé, o Isa, a Michele, o Fábio e tantos outros blogueiros incríveis, nenhum como ele.

Lembro que ele gosta de pão e tem medo da vaca preta; que fizemos um cartão de Dia dos Namorados juntos e que ele tem dó de mim por eu só ter conhecido o mar depois dos 20 anos.

E assim, vou montando o quadro de lembranças dessa amizade que é mais real que virtual, embora o meio seja digital.


*Esse é um dos textos que mencionei, Eder.

11 comentários:

Adriana disse...

Sou fã deste moreno manso de coração.

beijos para os dois

Eder Barbosa de Melo disse...

Tudo mentira! Não foi bem assim... Deixa eu corrigir essa menina traquina...

O meu desabafo aconteceu porque me expus, comentei, e ela (por puro desaforo) não foi nem um pouco educada comigo. Eu falava com as paredes. Aí, depois que eu tava curtindo, mesmo sem comentar nenhum texto da blogueira mal educada, ela inventou uma desculpa "esfarrapada" e disse que ia excluir o blog do nada, eu tive que me meter.

A crise existencial parecia grande, achei que ela tava meio perdida, ao invés de esbravejar de novo pela falta de atenção, achei melhor procurar saber direito o que estava acontecendo (você quer falar sobre isso, então vamos falar sobre isso, não reclama depois tá rsrsrs), postamos comentários que não foram moderados e dessa desavença acabou surgindo uma amizade. Passei a segui-la de novo, adicionei outra vez no orkut e msn e foi então que nos conhecemos melhor, realmente algumas conversas não tinham hora pra terminar, a gente, literalmente, via o sol nascer teclando.

Essa história dos blogueiros incríveis não serem como eu é exagero, são melhores.

Nas reuniões do Coletiva Digital com a Amana e a Vima, uma desculpa que a gente arranjou pra ficar conversando trivialidades por horas, elas me ensinaram a desenhar no msn. Desenhamos uma vaca preta em alusão a um vídeo da Marli em ritmo de macumba que vimos no “iutubiu”: "a noite é uma vaca preta, eu vou estar lá, naquele lugar" Isso de madrugada era super estranho kkkkk Também recebi vídeos bem interessantes de gente tímida dando um oi, mas que ñ fala coisa com coisa, e assim nossos laços foram ficando cada vez mais fortes. Eu sempre dava um tempinho pra comer pão, eu adoro pão. Pão com qualquer coisa. Pão. Enquanto eu falava das belezas do RN e das praias de Natal, a Dianne dizia que tinha conhecido o mar há pouco mais de 2 anos, que dó. Eu que fui praticamente criado dentro d'água achava isso inadmissível kkkkkk

Caramba! Tem tanta coisa que a gente já "viveu". Tantos assuntos que a gente já conversou... alguns desses assuntos inspiraram postagens do Recortes e do blog dela. Porque me interessei pelas coisas que ela escrevia e quase forcei uma amizade, que só aconteceu no tempo certo? Não sei. Deus tem seus planos. Nunca imaginei que a nossa amizade chegaria neste nível. Acho que por me identificar com os dilemas dela, os conflitos sobre amor, sobre as incertezas da vida, sobre as aspirações, os medos. Acabamos nos tornando web terapeutas um do outro e por ser virtual, a gente se sente mais a vontade pra conversar sobre certas coisas. No mais é isso.

Quer dizer que tens outros textos, já que este é um dos que mencionou?

Beijos, como foi o fim de semana e a viagem? Casamento chegando. Tenso!

Eder Barbosa de Melo disse...

Ah o link vai pra minha seção de homenagens. Muito obrigado. De coração!

Eder Barbosa de Melo disse...

Drica, a reciproca é verdadeira, eu também sou teu fã, sua linda! rsrsrs

Amana disse...

o que é que a gente faz quando lê um negócio desse? a gente comenta ou ignora? haha...

ok, ok, ok... só porque é pro eder, eu vou deixar passar as sutis ofensas.

***marquemos encontros, pessoal!
****quero saber tudo do chá de panela!

Fabio Faith disse...

Amo essa galera da blogosfera...uma galera super top muitissima abençoada.

Vima Docinho disse...

Vai dar 0:00h e não vejo ninguém aqui no msn... vou desistir desse jeito, Amana!

Eu tô com saudaaadeeee... snif, snif!

Meu Deus, Eder... um romance como comentário? É convivência demais, mermão! rsrs

Bjinhos amoressss

disse...

Esta de medo da vaca preta foi forte Eder. rsssss
Parabéns pela amizade de vcs três.

Amana disse...

na verdade, somos 4, rô.
mas o eder é o preferido da diane. kkkkkkkk...

vima, verdade, também nao vejo ninguém no msn qdo entro!

p.s.: entro mais às madrugadas!

Elídia :) disse...

Linda a amizade de vcs. Um dia chego nesse nivel, rsrsrs. Incrível né, essa coisa do espelhamento no outro provocar amizades que transcendem os limites da distância, acho q o mundo meio q caminha pra isso, uma imensa aldeia global, onde o longe é perto e o perto nem sempee nos aproxima de alguém...

Eder Barbosa de Melo disse...

Caçapava eu nem tinha visto esta estória de MSN, que coisa hein, tamo precisando mesmo nos reunir. Vima foi mal, docinho.

Rô o medo de vaca preta tá explicado rsrsrs e Amana, vc está espalhando pra todo mundo essa história de "preferido", parece ciúme em Cristo, tem eu pra todas kkkkkk

Elídia, é muito interessante mesmo o quanto o que faz a nossa amizade vai além de fatores "presenciais" ah ñ tinha o que dizer direito e inventei isso, liga não...

Beijos!